ERÓ IGBIN- ERVA-DE-BICHO (BRILLANTAISIA LAMIUM)

Posted by Gunfaremim on 12 de março de 2015

Èrò ìròkò iso èrò

Ai rokò isi’lé..”

 

Folha ligada ao culto de Osalá e dos demais orixás funfun. Pode ser encontrada em locais úmidos, próximo de fontes d’água e beira de rios. Dizem que por seu um dos alimentos preferidos do igbin recebeu o nome de eró igbin, ou seja, calma do caracol (ou mistério do caracol).

 

Horto do Jardim Botânico (RJ)

Horto do Jardim Botânico (RJ)

 

 

 

 

 

 

Um dos nomes africanos que também pode ser conhecida é ewé omi tútù (folha da água fresca, que apazigua). Dizem que algumas folhas quando maceradas e postas no casco de um caracol são capazes de acalmar e trazer paz a qualquer ori.

Conta uma lenda que existiam três irmãos, filhos de Oxalá e que nasceram do casco do ìgbín: Já, Jagun e Ajagunan. Com o tempo os três se tornaram grandes guerreiros inseparáveis. Em uma de suas aventuras os três tentaram invadir as terras de Osun,  a grande Senhora das Águas. Mas Osún não era boba e por ser grande feiticeira utilizando de seus poderes de Iyámí preparou um atin (pó) com a casca de ìgbín. Quando os guerreiros chegaram para conquistar o seu reino foram cegados com o pó. Nesse momento os três se separaram: Já foi parar nas terras de Ogun, Jagun nas de Omolú e só Ajaguna conseguiu retornar para junto de Oxalá. A partir desse dia Osún deixou de utilizar o ìgbín em seu culto, evitando inclusive que suas filhas pronunciassem esse nome. Dizem que ela prefere chama-lo por aginiso.

É interessante observar que o casco do ìgbín guarda forte ligação com Èsù, sendo também um elemento de seu culto. O Òkòtò é uma variedade de caracol, como o ìgbín, de concha cônica, aberta no topo. Òkòtò demonstra que Èsù, embora se multiplique em infinitas formas, possui uma única origem. Isso pode ser constatado em um pequeno fragmento do odu Ògbè Ìretè: “Béé ló sì n fi esè kan gogogo, pòòyì rányìnrànyìn kálè”Òkòtò, com uma perna só rodopia por toda a terra”.

Quem não tiver um Èsù em seu corpo não existe, tampouco sabe que está vivo, uma vez que obrigatoriamente cada um deve ter seu próprio Èsù e o próprio Olorum em seu corpo. Motivo pelo qual todo iniciado no Candomblé tem assentado Bara e Òlá.

O igbin  é considerado uma das maiores oferendas para Osalá sendo também chamado de “boi  de Oxalá”, devido a sua importância.

Para ele cantamos: “Bàbá ìgbín, Ìgbín ta ni rere”.

TEXTO ESCRITO POR JONATAS GUNFAREMIM (PLÁGIO É CRIME- CITE A REFERÊNCIA)queima de 48

 

 

2 Responses to ERÓ IGBIN- ERVA-DE-BICHO (BRILLANTAISIA LAMIUM)

  1. maria rita

    Parabéns leio e tenho este site como fonte de conhecimento,estudo cada página todos os dias.Saúde e mais conhecimento para vocês e que Oyá nos seus caminhos de mais e mais a vocês.
    Abraços
    Mara de Oya

    • Gunfaremim

      Axé! Obrigado minha irmã. Estamos juntos nessa luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>