FESTA DE SARA KALI, NA FRANÇA

Posted by gunfaremim on 25 de maio de 2011

Santa Sara Kali

O TEXTO A SEGUIR FOI RETIRADO DO SITE ARCANO MAIOR: Notem que, mesmo entre os ciganos a prática da incorporação também existe, sendo, de certa forma, aceita.

“Sua imagem é coberta de lenços, sendo ela uma protetora da maternidade. Mulheres (romi) que não conseguem engravidar e mulheres que pedem por um bom parto, ao terem seus pedidos atendidos, depositam aos seus pés um lenço (diklô). Centenas de lenços se acumulam aos seus pés.

A imagem de Santa Sara Kali

O corpo da estátua é coberto por inúmeros mantos e jóias em sinal de devoção, respeito e veneração. Sobre eles, vê-se apenas o rosto de uma beleza juvenil. A expressão dos traços é de grande delicadeza.

Um receptáculo de madeira, que recebe os pedidos e as preces escritas dos fiéis, é a principal testemunha do fervor e da devoção que os ciganos têm por sua padroeira.

A imagem, desgastada pelo tempo, tem sempre a face exibindo falhas na pintura. Isso acontece porque os ciganos abraçam e beijam Sara.

O calor da cripta que abriga a imagem é intenso, devido ao enorme número de velas que queimam ali e o que acontece lá é emocionante. Alguns depositam cartas e oferendas num receptáculo de madeira, outros deixam objetos como muletas; outros, abraçados à imagem como se tivessem reencontrado alguém muito querido, choram copiosamente entre murmúrios quase incompreensíveis. Há aqueles que motivados pela fé, conversam com Santa Sara, fazem pedidos, enchem de beijos o rosto da imagem.

Na vigília de 24 de maio, é comum ver ciganos em transe. Manifestam-se as entidades dos antepassados, mesmo dentro de uma igreja católica.

No Brasil cada vez mais Santa Sara é cultuada. Dificilmente a Santa é encontrada

Santa Sara Kali- A Virgem Negra

em igrejas, mas há um número de imagens espalhadas em grutas, praças, pequenas capelas, centros e comércio em geral, uma vez que a Sara caiu nas graças populares.

Peregrinação do Mês de Maio

Na manhã do dia 24 de maio é celebrada uma missa de abertura das peregrinações. Saintes-Maries-de-La-Mer (França) se torna verdadeiramente a terra dos ciganos, a beleza das carroças antigas, decoradas com belas pinturas e amuletos, os fabulosos traillers, o colorido das roupas… tudo ritimado por rezas, cantos, danças e o som dos instrumentos ciganos mais populares: címbalos, guitarras, acordeóns e violinos.

Após o meio dia acontece a descida dos relicários das Santas Marias, depois vem o momento tão esperado. Sara é carregada por quatro ciganos e é levada até o mar. As mãos tentam alcançar os mantos, levantam-se crianças, pedindo para elas a proteção de Santa Sara.

Os ciganos cantam, rezam e aclamam a sua padroeira, gritando “Viva Santa Sara”. Sara é, assim, escoltada até o mar mediterrâneo, onde, segundo a história, desembarcou com os santos amigos de Jesus. Depois, lentamente e sempre debaixo de aclamações, Sara é devolvida à cripta.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>